27 de jul de 2012

A Poesia Para o Dia!!!!

Ola Pessoal,
Eu sou Lia 
A mulher do dia!!!


O dia pode ter chuva ou ter sol
Ou os dois
Que vira o casamento do Rouxinol!!!


Quando o dia ta com chuva
Eu uso luva!!!


Quando tem sol no dia 
Eu vou passear com Mia 
Minha cadelinha
Ela é bem bonitinha!!!!


                        Atenciosamente Lia 
                       A mulher do dia!!!

20 de jul de 2012

A poesia para as coisas!!

Vamos começar a poesia assim
As coisas foram criadas antes de min
Agora vou dar um exemplo pra vocês
Tem computador
Que num dura nem um mês!!

Agora vou dar um exemplo de coisas antigas
O telefone
pra eu falar com as amigas!!!

E também tem
A Máquina Fotográfica
Que custa mais de cem!!!!

As cores

PRETO, cor da escuridão
que cobre minha mão

AZUL, cor do céu
que coloriu meu papel

VERDE, cor das plantas
com suas cores tantas

VERMELHO, cor do amor
e também a cor da dor

ROSA, cor do vestido da menininha
que fica tão lindinha...

19 de jul de 2012

O velhinho

Era uma vez. Não. Existe nas Graças, Rua dos Contos, nº 56, um menino chamado Gabriel. Do lado esquerdo da casa dele, tinha outra casa. Mas era já velha e ninguém morava nela.
Um dia, um velhinho apareceu lá e entrou na casa. Gabriel, por curiosidade, foi lá também. Quando ele entrou, o velhinho falou:
- Ah! Você está aí, Gabriel!
- Hã? Eu? Como é que o senhor sabe meu nome?
- Gabriel, não está lembrando de mim? Seu avô?
- Mas, meu avô já morreu e eu nem conheci - disse o menino, triste.
- Ah! Isso não importa. Venha, me ajude!
Gabriel foi ajudar o velhinho. Ou será seu avô? Não sei.
No outro dia, a classe de Gabriel foi ao Espaço Ciências. Lá ele encontrou o velhinho, que falou:
- Gabriel!
- O que você está fazendo aqui?
- Lhe olhando.
- Você veio como?
- Ah! Eu não vim. Eu lhe observo... mas isso não importa.
- Importa!
- Gabriel, venha! - chamou a professora..
À noite, Gabriel gritou:
- Vô!!!
- O que foi Gabriel, chamou?
- Chamei.
- O que foi?
- Eu descobri.
- Descobriu o que menino?
- Você está morto, mas está me observando.
- É isso mesmo Gabriel. Se precisar de ajuda me chame tá?
- Tá.
- Tchau.
- Tchau, vô. - e deram um abraço bem apertado.

17 de jul de 2012

Um poema para a familia!!

Vocês sempre me apoiam
Agora chegou a minha vez
Eu que vou apoiar vocês.

Espero que esta frase seja lida 
Vocês são a luz da minha vida.

Familia não são apenas parentes
Mas sim,os amigos verdadeiros 
Os que valem mais que dinheiro.

15 de jul de 2012

Cabelos!!!!!

Eu dedico este poema a Graça Monteiro.

Todo tipo de cabelo tem 
loiro,castanho vermelho também.

Mas o desta mulher é cabelo de anjinho
por quê é bem bonitinho.

Graça Monteiro te chamo 
para dizer que te amo.

14 de jul de 2012

Sabiá



Sabiá bonito
voou pelo céu, esquisito.

De repente pousou
e um lindo som soou.

Sabiá voou
e nunca mais voltou