20 de dez de 2013

Lendo...

                                   O assunto agora é leitura!!

Bem, eu estou lendo um livro chamado ''A culpa é das estrelas'' De John  Green.
O livro é lindo!! Fala sobre uma menina que tem câncer pulmonar,  o nome dela é Hazel Grace. Ela conhece no Grupo de Apoio, um menino chamado Augustus Water, ele tem câncer na perna por isso não tem uma perna... Eles acabam transformando uma amizade em amor.
O livro é lindo, recomendo!!

2014

2014 Se aproximando!
Ta todo mundo se preparando!
Natal e Ano Novo!
Tudo lindo!

Pra 2014 
Eu quero:
Mais alegria 
Menos agonia
Mais amor 
Menos dor
Menos tristeza 
E Xô invejosos!

Feliz Natal e Ano Novo!!

6 de nov de 2013

Minhas vontades 1

As vezes sinto uma vontade tremenda de escrever. Gosto de escrever de tudo: sobre princesas encantadas, pântanos mal-assombrados, entre outras coisas.
Sempre achei minha vontade de escrever estranha, porém interessante, mas guardo ela só pra mim.
Eu sou a Beatriz, tenho 11 anos e nunca contei sobre minhas vontades. Já quis contar à minha mãe, mas não deu certo. Ela sempre anda ocupada com o trabalho, que nem comentei.
Se eu não contasse para ninguém, acho que ela iria explodir em meu peito. Foi aí que conheci a minha professora de português, Teresinha. Pra mim, ela foi a mãe  que não tive. Ela não era que nem minha mãe. Ela nunca estava ausente.
Com Teresinha, eu conversava de tudo (até sobre minhas vontades). Até que um dia ela me deu um livro chamado "A bolsa Amarela". Como eu adorava ler, "comi o livro com os olhos" e, depois que li, me lembrei da vontade de escrever. Ela estava tão pequena que havia esquecido.
Pedi para minha mãe quarenta e cinco reais. Ela me deu e fez outra coisa que eu achei impressionante. Ela me pediu desculpas por estar ausente por todo esse tempo e disse que não iria mais acontecer. Não sei se foi impulsivo, mas dei um abraço nela bem forte e contei tudo o que tinha acontecido.
Acho que ela ficou feliz. Ela disse que iria no shopping comigo, que iríamos comprar uma bolsa linda. E ela não mentiu. A bolsa era linda. Não era igual a da menina do livro, mas era linda. Era assim: tinha quatro bolsos do lado de fora e seis do lado de dentro. Era rosa claro, com um lacinho pendurado de cada lado.
Daí em diante, a vontade de escrever foi ficando bem pequenininha e eu estou tentando fazer um livro, pra ver se a vontade some de vez.

(Baseado no livro "A Bolsa Amarela", de Lígia Bojunga)

9 de set de 2013

Carta de uma ET 2

Oi novamente gente. Lembram de mim? A ET de Shakavsacarose? Vou falar aqui, nesta carta, sobre uma menina que tinha cabelos de planta.

Essa menina se chamava Liliane. Ela tinha cabelos batendo na cintura. Ela tinha uma planta no seu quarto, bem grande! A planta atravessava a janela e ia até a janela do prédio do seu amigo Léo, que morava no andar 17. Junto ao prédio dele, tinha o prédio de Liliane, que era do andar 17 também.

Liliane dizia ao pai que a planta não podia ser cortada pois ela era seu cabelo. Um dia, o seu pai, à noite, foi muito persistente e cortou metade da planta. No outro dia a menina apareceu com o cabelo mais curto que nunca. O pai perguntou o que aconteceu. Ela respondeu que tinha sido ele, que cortou a planta. O pai, boquiaberto, prometeu nunca mais deixar de acreditar nela.

Então, gente, gostaram? Pois, toda semana eu irei mandar uma carta, com as aventuras de Liliane e de Léo, ok?!?!

6 de set de 2013

Carta de uma ET 1

Oiii internautas, você pode não acreditar mas eu sou uma ET de shakavsacarose, uma cidadezinha lá em marte.  
Vim aqui escrever sobre o que os humanos pensam dos ETS. Acho que vocês devem pensar: "ETS não existem". Estão enganados meus caros. ETS existem sim. Aliás, os ETS são uns dos seres mais extraordinários do mundo!!! 
Se você já assistiu o filme "ET", você com certeza me entende. Agora digo-lhes uma mensagem: "acreditem na sua imaginação, ela pode lhe surpreender."

26 de abr de 2013

Conversa com os Irmãos Santana

Festival de Circo-Irmãos Santana-Entrevista

      Nomes: Jakson, Allison e Anderson Santana.
     Nasceram no circo??
      Não. A gente vendia Picolé e Bom-bons e as vezes brincávamos de circo. Depois apareceu uma escola de circo eu e meus irmãos entramos na escola de circo, e depois e que começamos a participar dos circos.
   Vocês só vivem de circo??
     Eu não-comenta Allison- meus irmãos trabalham. Um faz bico e o outro é tatuador.
    E o dia a dia de vocês?
E bem corrido.Quando acabamos um circo num lugar já tem outro.